Facebook pagará multa recorde de US$ 5 bilhões por violação de privacidade

  • 26/07/2019
Acordo prevê criação de um comitê de privacidade independente para eliminar 'o controle irrestrito de Mark Zuckerberg'. Companhia anunciou também acordo de US$ 100 milhões para encerrar as investigações da Comissão de Valores Mobiliários do país.

O Facebook vai pagar uma multa recorde de US$ 5 bilhõespara encerrar a investigação do governo americano sobre suas práticas de privacidade, informou nesta quarta-feira (24) a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês).
Facebook: como controlar a privacidade da sua conta
A FTC aprovou o acordo por 3 votos a 2. Ainda será necessário o aval de um tribunal.
"Apesar das repetidas promessas a bilhões de usuários em todo mundo de que eles poderiam controlar como suas informações pessoais são compartilhadas, o Facebook minou as escolhas dos consumidores", disse Joe Simons, presidente da FTC, em um comunicado.
Segundo a comissão, a multa é a maior já imposta a qualquer companhia por violar a privacidade dos consumidores e uma das maiores penalidades já decididas pelo governo americano por qualquer violação.
Para membros do partido Democrata, o acordo não foi suficiente. O comissário Rohit Chopra disse que a pena fornece "imunidade total" aos executivos do Facebook "e não há restrições reais ao modelo de negócios do Facebook" e "não conserta os principais problemas que levaram a essas violações".
Sob o acordo, o conselho do Facebook criará um comitê de privacidade independente que removerá "o controle irrestrito do presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, sobre as decisões que afetam a privacidade do usuário".

Comentários

Nenhum comentário cadastrado

Comentar